sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

As inscrições para a III Maratona de Revezamento Mossoró-Tibau se encerram nesta sexta-feira



As inscrições para a III Maratona de Revezamento Mossoró-Tibau se encerram nesta sexta-feira, 29. A prova acontece na manhã deste sábado, 30, e já conta com mais de 120 pessoas. Atletas de Mossoró, Tibau, Assu, Caicó e diversas cidades do interior do Rio Grande do Norte e do Ceará já confirmaram presença no evento. A inscrição custa R$ 10,00 por pessoa e pode ser feita até o fim desta tarde.
A largada da prova acontece às 6h, da Praça de Esportes da Avenida Rio Branco. A organização avisa que as equipes terão 15 minutos de tolerância. Para garantir a segurança dos atletas, Guardas Municipais, Agentes de Trânsito, Polícia Rodoviária Estadual e uma ambulância vão acompanhar o trajeto. “Os detalhes estão definidos e vamos realizar novamente uma prova organizada e tranquila. Todos os competidores que completarem a prova vão receber medalha, independente da colocação”, comenta Abraão Dutra, secretário de Esporte e Lazer.
Como na edição do ano passado, a maratona será dividida em cinco polos sendo o primeiro aos 7,8km, o segundo 7,5km depois, o terceiro com mais 10km, o quarto 8,8km seguintes e o quinto com os 8,1km finais. Os participantes vão percorrer os 42km entre Mossoró e Tibau, com equipes formadas por cinco atletas (masculino ou feminino, sendo Local e Aberta), equipes Mista/Local (composta por 4 homens e 1 mulher) e Dupla Masculina local. A premiação será de medalhas e uma carta de crédito, referente ao valor da premiação, que varia entre R$ 300 e R$ 800.




COLABORADORES DO BLOG:


quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Dica da CardioVitta: importância do Teste Ergoespirométrico

Indicações

  • Avaliação funcional de doenças cardíacas e pulmonares.
  • Avaliação seriada no pré e no pós-transplante cardíaco.
  • Quantificação do risco de pacientes com miocardiopatias (doença do músculo cardíaco).
  • Para programar a reabilitação em pacientes com doença cardíaca ou com insuficiência cardíaca.
  • Para programar treinamento de atletas.
  • Para diagnóstico diferencial da dispneia (falta de ar).

Contraindicações

  • Gestantes
  • Peso corporal acima de 160 quilos.

Preparo

  • No dia do exame, após o banho, não utilizar cremes, pomadas ou gel.
  • Vir ou trazer roupa confortável (agasalho/tênis).
  • Não fumar duas horas antes e uma hora após o exame.
  • Dieta normal duas horas antes ou dieta leve uma hora antes do exame (o paciente não deve fazer o exame em jejum).
  • A suspensão de medicação em uso fica a critério do seu médico e na dependência dos objetivos do exame. Quando o objetivo é diagnosticar a doença arterial coronária, caso seja possível, recomenda-se suspender remédios que possam mascarar as manifestações da doença, como betabloqueadores (atenolol, propranolol, metoprolol), inibidores dos canais de cálcio (diltiazem, verapamil) e vasodilatadores coronarianos (dinitrato ou mononitrato de isossorbida, nitroglicerina).
  • Recomenda-se ao paciente não expor o tórax desprotegido ao sol até 72 horas após o exame, já que pode surgir irritação da pele no local da colocação dos eletrodos para monitoração.

Como é feito

No teste cardiopulmonar, além de se verificar os dados de um teste ergométrico, também é analisado o ar expirado para medidas do consumo de oxigênio, da produção de gás carbônico, da frequência respiratória e da ventilação pulmonar. Para tal, o paciente faz todo o esforço físico respirando preferencialmente com a utilização de um bocal (ou uma máscara, caso não suporte o bocal) e mantendo o nariz obstruído com um prendedor especial.
Neste artigo falaremos de algo que poucos corredores se atentam e que deve ser realizado, juntamente com o exame de sangue: o Teste Ergoespirométrico.
Quem nunca assistiu em programas esportivos atletas correndo na esteira com uma máscara entre o nariz e a boca? Esta avaliação é conhecida como Teste Ergoespirométrico, onde é analisada de forma direta (sem o uso de equações matemáticas estimativas) a quantidade de Oxigênio inspirada e o quanto de gás carbônico foi eliminado do organismo.
A diferença entre os testes “Ergométrico” e “Ergoespirométrico” é que o primeiro é feito através de equações matemáticas já citadas acima, sendo assim uma forma indireta de avaliação.
Como um importante método para auxiliar na programação dos treinamentos e avaliar a evolução do condicionamento físico, o Teste Ergoespirométrico tem a função de avaliar, classificar o nível de aptidão física atual e o comportamento cardíaco frente ao esforço físico máximo do indivíduo, fornecendo dados como o Consumo Máximo de Oxigênio (VO2 Máximo), Limiares Aeróbio e Anaeróbio, Freqüências Cardíacas e gasto calórico correspondentes, que são essenciais para aperfeiçoar o aproveitamento cardiovascular.
Com isso, vamos tentar entender as principais variáveis analisadas no Teste Ergoespirométrico.
1) Consumo Máximo de Oxigênio (VO2 Máximo)
Por definição, VO2 Máximo é a quantidade máxima de Oxigênio que o indivíduo consegue captar do ar, transportar pela circulação até os músculos para a realização do metabolismo.
Ele é representado pelo produto da Freqüência Cardíaca, do Volume Sistólico (volume de sangue bombeado pelo coração a cada contração dele) e da quantidade de oxigênio captada pelos músculos.
Como característica, o VO2 Máximo é determinado geneticamente pode ser modificado pelo treinamento. Entretanto, estes valores decrescem com o aumento da idade, fazendo com que a capacidade aeróbia diminua. Apenas com a realização de atividades predominantemente aeróbias (caminhada, corrida, ciclismo, natação remo, etc.), os valores do VO2 Máximo atrasam esta redução.
2) Limiares Aeróbio e Anaeróbio
Numa prova onde temos 2 atletas com o mesmo valor de VO2 Máximo (o que não é difícil de acontecer), como saberemos qual destes corredores será o vencedor?
A resposta certa é aquele que tiver valores dos Limiares Aeróbio e Anaeróbio maior, que fará com que ele trabalhe próximo aos valores do VO2 Máximo.
Então, vamos entender o significado de Limiar Aeróbio e de Limiar Anaeróbio:
Quando estamos parados ou caminhando lentamente, conseguimos captar bastante oxigênio e não nos sentimos ofegantes (isso porque a quantidade de um produto caracterizado pelo aumento da fadiga- conhecido como lactato- é baixa e consegue ser totalmente removida no sangue pelo pulmão, fígado e coração).
À medida que aumentamos a velocidade, a nossa capacidade de captar o oxigênio começa a diminuir e a concentração de lactato a aumentar.
Quando quantidade de lactato produzido pelo músculo é igual a quantidade de remoção dele, encontramos o Limiar Aeróbio (também conhecido como Limiar 1).
A partir do momento em que a produção do lactato for maior do que a sua remoção, atingimos o Limiar Anaeróbio (ou Limiar 2) e a fadiga começa a aparecer.
Para termos adaptações positivas com o treinamento aeróbio, a zona-alvo de treinamento deve ser entre as velocidades, valor de Freqüência Cardíaca e o gasto calórico dos Limiares Aeróbio e Anaeróbio.
Com isso, podemos dizer que uma pessoa sedentária atingirá os Valores do VO2 máximo e dos Limiares Aeróbio e Anaeróbio antes de uma pessoa ativa.
3- Um exemplo prático de Teste Ergoespirométrico
Bom, chega de teoria e vamos à prática.
Abaixo, veremos um gráfico de um Teste Ergoespirométrico de um corredor de 65 anos, que concluiu 4 maratonas. Mostraremos a Frequência Cardíaca, Consumo Máximo de Oxigênio (VO2 Máximo) e a velocidade apresentada pelo atleta citado, e, através deste exemplo, ajudaremos a interpretar as intensidades de treinamento do atleta.
De acordo com o gráfico:
- No ritmo de AQUECIMENTO OU DESAQUECIMENTO de um treino (Intensidade 1), o atleta treinará com a Freqüência Cardíaca até 114 BPM e/ou numa velocidade de 8 km/h (equivalente a, aproximadamente, 7’30” min/km).
- No ritmo LEVE (Intensidade 2), o corredor treinará com a Freqüência Cardíaca entre 114 e 120 BPM e/ou numa velocidade entre 8 e 9 km/h (equivalente a, aproximadamente, 7’30” min/km e 6’40”min/km). É neste ritmo onde atingimos o Limiar Aeróbio.
- No ritmo MODERADO (Intensidade 3), a Freqüência Cardíaca se apresentará entre 120 e 152 BPM e/ou numa velocidade entre 11,1 e 13 km/h (equivalente a, aproximadamente, 6’40” min/km e 5’00”min/km). É neste ritmo onde atingimos o Limiar Anaeróbio.
- Acima dos valores da Intensidade 3, o ritmo de treino/prova é considerado FORTE, e esta será trabalhada em atividades de, no máximo, 3 minutos (até este tempo, ocorre o predomínio do metabolismo anaeróbio, cuja quantidade de oxigênio é baixa).
Para apresentar um excelente resultado na prova desejada e atingir um ótimo condicionamento físico durante os treinos, não deixe de solicitar ao médico uma guia para realizar o Teste Ergoespirométrico a cada 3 meses. Com este exame, você e seu treinador saberão como o seu corpo está reagindo com os treinamentos e provas, e onde poderão chegar com estes valores.

LIGUE E AGENDE SEU EXAME: 084 3317-5837-  CARDIOVITTA



COLABORADORES DO BLOG:

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Se Preparando Para Os 21km



Você já passou pelos 5 km, 10 km, 15 km e chegou a hora da meia-maratona. Correr 21 km não é para qualquer um, mas pode ser um grande objetivo a ser alcançado, se houver dedicação nos treinos diários e se você prestar atenção ao que coloca no prato.

Para encarar a distância, no entanto, é preciso que você já tenha testado nos treinamentos se consegue completar ao menos 18 km e como anda a sua resistência. Além disso, essa prova é uma boa oportunidade para diversificar o ritmo de sua passada visto que ela é mais longa. Você pode, por exemplo, correr 7 km leves, depois 7 km moderados e acelerar no trajeto final.

A seguir, listamos 10 dicas para que você se saia bem na meia-maratona.

1. Essa distância coloca à prova a sua condição física e psicológica. Portanto, evite o estresse diário e respeite as planilhas de treinamento para não ter surpresas desagradáveis.

2. Quem opta por correr 21 km já deve ter experiência em corridas de 15 km. Se esse é o seu caso, o planejamento para a meia-maratona deve ter, no mínimo, oito meses. Apenas assim, você conseguirá adaptar o seu corpo para a nova distância.

3. O treino deve ser bem planejado e o corredor deve respeitar os cronogramas para aumentar a intensidade e o volume das atividades. Não saia correndo feito um louco para que você não “quebre” na prova ou, pior, se lesione.

4. Nenhuma estratégia fará efeito se a sua alimentação não for correta. Por isso, coma bem, mas invista em alimentos saudáveis.

5. Quando chegar o grande dia corra no ritmo dos treinos. E é bom que não criar grandes expectativas. Você só vai pegar o jeitão da prova com a experiência no percurso.

6. O último jantar antes da meia-maratona deve ter muito carboidrato. A clássica opção por massas é uma boa escolha, mas cuidado com os acompanhamentos. Escolha molhos menos gordurosos, como o sugo, e fuja dos que são feitos à base de queijos.

7. No café da manhã do dia da competição, faça um novo reforço de carboidratos. Mas não invista em nada que não esteja acostumado. Tome o seu café da manhã normal do dia a dia, adicionando, apenas, uma porção a mais de carboidrato, como uma fatia de pão de forma, duas torradas ou meio pão francês.

8. Por ser uma prova longa, muitas vezes mais de um sachê de carboidrato em gel são necessários. Acomode-os nos cintos ou shorts de corrida e só passe a consumir após uma hora de prova. Depois disso, cada sachê deve ser ingerido ao passar 40 minutos.

9. Vale à pena combinar o consumo do carboidrato com os postos de água. O líquido facilita a absorção do gel.

10. Após a prova você estará eufórico com a conquista, mas muito cansado. Mesmo assim, é preciso realizar um lanche em, no máximo, 30 minutos. Ele vai ajudar na recuperação dos músculos.

(Fontes: Paulo Rennó, da Assessoria Esportiva Paulo Rennó, e Lenycia Nery, nutricionista diretora da Nutri4Life Consultoria em Nutrição)



Por Lygia Haydée




Educador físico Sadraque morre em Natal


Triste notícia de fim de noite: morreu agora a pouco em Natal o educador físico e dançarino Sadraque Eduardo Tavares. Ele vinha lutando contra uma infecção no estômago há alguns dias. Sadraque era conhecido como animador do Viva Rio Branco, que estava sempre cheio em suas aulas. Que descanse em paz.


Fonte: Blog do Diego Pinheiro  




COLABORADORES DO BLOG:










quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

AS FOTOS DO MUNDIAL DE ATLETISMO 2015

Fim de mais um Campeonato Mundial, aquele período bienal que eu vejo minha produtividade cair a níveis alarmantes por 9 dias. Tudo é muito rápido e intenso, como as provas. Alguns nomes vêm e mostram o porquê estão na lista dos melhores de todos os tempos. Outros, nem tão grandes assim, nos proporcionam momentos que só o esporte parece capaz. Separei abaixo (sem ordem cronológica ou de importância) algumas fotos de momentos especiais de uma Pequim que deixará saudades.
A tristeza de Huddle...
A tristeza de Huddle…
A tristeza de uma Molly Huddledesolada. A experiente fundista americana que nunca ganhou medalhas em majors vinha em 3o lugar, achando que a posição era garantida, levanta os braços em comemoração. Sua compatriota vem e a ultrapassa no passo final. Pela idade, dificilmente Huddle terá uma nova oportunidade.


IMG_20150822_165440Sem patrocínio, o barreirista opta por esconder a marca de sapatilha que usa a cobrindo com as bandeiras de seu país.




IMG_20150824_112356Encontre o erro nesta foto…




O que é 1 centésimo nos 100m...?
O que é 1 centésimo nos 100m…?

Imagem aérea do quão apertada foi a vitória de Usain Bolt no tão esperado duelo nos 100m.




IMG_20150825_000057
O homem da dancinha, o homem imbatível nos 3.000m com obstáculos é também um showman.







Ela não é barefoot, acredite...
Ela não é barefoot, acredite…
Aos pés da americana Jenny Simpson, que tentava o bicampeonato mundial havia (ou faltava!) uma pequena diferença… Motivo? Confusão e sobrou pra ela que perdeu uma sapatilha no pisa-pisa.





Quanto vale essa moeda do meu pescoço?
Quanto vale essa moeda do meu pescoço?
A alegria do polonês campeão mundial do Martelo era tamanha, que ele encheu a cara e ao não ter dinheiro para o táxi usou sua medalha como pagamento. Por sorte, conseguiu reavê-la!
Dibaba ainda tem forças para saltar...
Dibaba ainda tem forças para saltar…

A superioridade de Genzebe Dibabaparecia tão grande nos 1.500m (mas provou-se não tão grande nos 5.000m), que essa foto não deixa de ser simbólica. Ela salta enquanto as demais agonizam.



Encontre o erro III
Encontre o erro III
No dia que a Maratona de Chicago anunciou que não teria coelhos, uma jamaicana invadiu uma raia nos 200m em cena inusitada!




Por trás é cartão, juiz!
Por trás é cartão, juiz!
Justin Gatlin tentou, mas foi um chinês fora de forma quem derrubou o Rei.






Screenshot_2015-08-28-20-28-13-1Quanto caiu a bolsa londrina quando por frações de segundos pensávamos que as chances de Mo Farah caíam por terra??







Legendas se fazem desnecessárias...
Legendas se fazem desnecessárias…
Ah Michelle Jenneke… há quem dizia que é minha musa… não é! Está aqui por dever jornalistico!






CNrhqvrXAAAJaBGO quarteto americano do 4x400m não é só talentoso e lindo. Ele também é criativo. Eu não conseguia parar de rir! *uma lista minha com as mais lindas do Mundial teriaAllyson FelixSanya Richards-Ross e aNatasha Hastings, todas nesse quarteto!




CNs0Eq6UYAMekyBA foto de Ashton Eaton desabando depois de 2 dias buscando o ouro e o recorde mundial não necessita legendas.




Kenya-s-Julius-Yego-who-taught-himself-the-game-of-javelin-throw-by-watching-YouTube-videos-has-won-gold-at-the-World-Athletics-Championships-in-BeijingAtualização: no Lançamento de Dardo um queniano (!), que é o WL (!!), ganha a medalha de ouro (!!!) depois de aprender a lançar vendo vídeos do YouTube (!!!!)! Julius Yego pode ter revolucionado sua especialidade. *a foto havia me escapado durante o campeonato, mas a Adriana Pizame mandou o link!


E abaixo a foto do homem, do monstro, do mito, do Rei, do maior de todos os tempos que foi à Pequim para vencer e calar a todos que chegaram a duvidar dele. A mim incluso. Bom final de semana prolongado a vocês!
*aqui você tem uma lista que ajudei a montar com as 10 melhores provas de pista do Mundial! Diversão suficiente para rever com calma e algumas narrações do ótimo Steve Cram!
IMG-20150823-WA0002


COLABORADORES DO BLOG:

O RETRATO DAS MARATONAS BRASILEIRAS (2015)

Finalmente terminei o retrato das Maratonas Brasileiras em 2015. No infográfico quepostei aqui você tem uma análise dinâmica dos números das provas brasileiras e da participação amadora brasileira nas principais e maiores provas internacionais. Alguns dados interessantes:
  • NUNCA tivemos tantas provas! Foram 19 em 2015! Cinco a mais que 2014, que já era o recorde anterior.
  • Foram mais de 15.000 concluintes no país, um recorde absoluto!
  • Aumento de mais de 23% nos concluintes!
  • NUNCA houve tantos homens nem tantas mulheres correndo 42km no país.
  • Outros mais de 5.000 brasileiros concluíram a distância no exterior!
  • Graças principalmente à Maratona do Rio de Janeiro, as mulheres lentamente vão chegando a 20% dos concluintes totais.
  • Excluindo-se nossas 4 provas grandes, as 10 provas com mais brasileiros no exterior reúnem mais brasileiros do que 15 aqui!
Outras observações. Pela primeira vez o crescimento nas provas aqui supera o de brasileiros no exterior (23% vs 17%). A razão talvez a presidente Dilma saiba explicar. Apesar dos números positivos, a distância ainda está MUITO longe de ser um sucesso aqui, não se empolgue assumindo dívidas achando que vai ficar rico organizando uma prova complexa como são os 42km. Há enorme chance dela ser um retumbante fracasso de público. Assim como em 2013, é a prova carioca quem impulsiona os números.
O maratonista brasileiro médio é homem, que corre em pouco mais de 4h14 e tem50% de chance de correr sua prova no Rio de Janeiro ou no exterior!
Por fim, fica novamente meu convite para você ver o infográfico completo aqui!


Fonte: Recorrido


COLABORADORES DO BLOG:

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

As Inscrições da Maratona de Revezamento Mossoró a Tibau Estão a Todo Vapor na BodyNutri Suplementos

 



REGULAMENTO DA MARATONA DE REVEZAMENTO:
SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER
REGULAMENTO GERAL DA 3ª MARATONA DE REVEZAMENTO “MOSSORÓ/TIBAU”- 2016

CAPITULO I
DOS OBJETIVOS
Art. 1º - A Terceira Maratona de revezamento denominada de “MARATONA DE REVEZAMENTO MOSSORÓ/TIBAU”, é um projeto da Prefeitura Municipal de Mossoró – Gabinete do Prefeito,
juntamente com a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, com parceria da Prefeitura Municipal de Tibau, Execução da Gerência Executiva de Esporte e Lazer, tendo como objetivo Geral, despertar o
interesse da prática Desportiva para o bem estar do cidadão, buscando a integração da população e contribuindo para a difusão do esporte junto a comunidade Mossoroense, para melhoria da
qualidade de vida e da saúde dos praticantes desta modalidade de atletismo.
CAPITULO II
DA ABRANGÊNCIA
Art. 2º - A Maratona de Revezamento Mossoró/Tibau, será abrangente aos atletas corredores de ambos os sexos e pessoas que se acharem capazes fisicamente de participar de uma maratona de 42
km.
Art. 3º - A III Maratona de Revezamento Mossoró/Tibau, será realizada por equipes formadas por cinco atletas (masculino ou feminino, sendo Local e Aberta), equipes Mista/Local (Equipe composta por
4 homens e 1 mulher) e duplas masculina local;
As equipes formadas por cinco atletas, correrão cada um a distância demarcada pela Organização da Prova que será a seguinte: A Maratona de 42 km, será dividida em 05 polos sendo o
1.
primeiro 7,8km, o segundo 7,5km, o terceiro 10km, o quarto 8,8km e o quinto 8,1km que fará assim 42 km.
As equipes formadas por duplas correrão cada um a distância demarcada pela Organização da Prova que será a seguinte: a Maratona será de 42 km, dividida em 02 polos sendo o primeiro
2.
21 km e o segundo com também 21 km.
CAPITULO III
DA PROVA
Art. 4º - A Prova será em formato de revezamento e com utilização de pulseiras, cada equipe terá uma pulseira, que em cada polo passará para seu colega de equipe e assim sucessivamente até o
último chegar e entregar a pulseira aos fiscais na chegada da vizinha cidade de Tibau.
Art. 5º - Em cada polo, haverá uma tenda armada onde ficarão os atletas e dois fiscais esperando receber a pulseira de seu companheiro para entregar ao seguinte e assim até que chegue no quinto
atleta de sua equipe.
Art. 6º- O Atleta não poderá dar largada sem receber a pulseira do seu colega de equipe que o entregará logo que chegar, este receberá e correrá, fazendo a mesma coisa no posto seguinte. O Atleta
que vai receber a pulseira poderá receber antes ou depois 100 metros do ponto em que ele está.
Art. 7º - Ao chegar em Tibau, estará montado uma tenda com uma equipe de fiscais e um corredor feito com cones, onde haverá um pórtico com uma faixa de chegada, daí entregará a pulseira e o fiscal
anotará a classificação da equipe.
Art. 8º - O posto número 01- Saída - será em frente à praça de esportes da Avenida Rio Branco – Bairro centro, defronte ao Jornal de Fato.
Art. 9º - O segundo posto será com 7,8 km de distância do primeiro na BR 304. O Terceiro posto será com distância de 7,5 km do segundo, o quarto posto será com 10 km distante do terceiro, o quinto
posto será distante 8,8 km do quarto e o último posto será a chegada em Tibau.
Art. 10º - Para os atletas em dupla a TENDA DE TROCA, estará posicionada no 8º PONTO DE ÁGUA, completando o primeiro trecho de 21 km, atendendo todas as orientações do Art. 6º.
Art. 11º - Haverá em todo percurso, de três em três km, posto de abastecimento de água para quem estiver participando, a comissão Organizadora não terá obrigação de dar água a quem acompanha
os atletas e/ou familiares.
CAPITULO IV
DAS INSCRIÇÕES
Art. 12º - Poderá se inscrever para a Maratona de Revezamento Mossoró/Tibau, todo e qualquer atleta que se encontre em condições físicas gozando de saúde para este fim e que estejam inscritos por
equipe de cinco atletas ou por equipe de dois atletas.
Art. 13º - No ato da inscrição a equipe deverá apresentar os documentos pessoais: Conta Bancária (possível premiação), RG, CPF, PIS, Endereço (do capitão de cada equipe), Comprovante de
residência (atleta Local) Taxa de R$ 10,00 e 1 Kit Limpeza (1 litro de água sanitária, 1 litro detergente, 1 litro desinfetante e 1 pacote de 500g de sabão em pó) que será doada a uma entidade
beneficente, a Taxa de Inscrição e o Kit Limpeza será efetuado de forma individual (por atleta). A ficha de inscrição poderá ser efetuada pelo representante de cada equipe.
Art. 14º - O Atleta poderá participar com 18 anos, desde que cumpra com o enunciado no art. 12.
Art. 15º - As Inscrições serão feitas no Ginásio de Esporte Engenheiro Pedro Ciarlini Neto na Avenida Dix-Neuf Rosado S/N, Centro, nos horários de 08:00 h as 11:00 h e das 14:00 h as 17:00 h de
segunda a sexta-feira no período de 18 à 29 de Janeiro de 2016.
Art. 16º - As Inscrições encerrarão às 17:00 h do dia 29 de janeiro, sendo o congresso técnico da prova no mesmo dia as 18:00 h tendo como local o Auditório do Ginásio de Esportes Eng. Pedro
Ciarlini, a prova acontecerá no dia 30 de Janeiro com saída as 06:00 h da Praça de Esportes da Avenida Rio Branco, com 15 minutos de tolerância.
Art. 17º - Cada Equipe será responsável pela sua indumentária de identificação e de uso na prova (Ex: tênis, camisa, soquetes), o número de identificação e a pulseira será fornecida pela organização
que será entregue na reunião do Congresso Técnico.
Art. 18º - No ato de inscrição será explicado onde será a colocação da pulseira, pois este deverá passar por todos os cinco participantes que utilizarão em seus pontos de largada até que o quinto atleta
receberá para entregar na chegada, da mesma forma ocorrerá com as equipes que correrão em duplas. Será eliminada a equipe que seu atleta que correr por último sem a pulseira.
CAPITULO V
DA PREMIAÇÃO
Art. 19º - Só Haverá premiação para ambos os sexos se houver no mínimo quatro equipes inscritas e será feito a premiação entregue a menos um (exemplo: no caso existir 06 equipes inscritas, só
serão premiadas 05 equipes, se houver 04 inscritas, só serão premiadas 03. No caso de não atingir o número mínimo de equipe, a prova (premiação) será cancelada e ocorrerá a junção do Aberto com
o Local). No caso de comprovação do atleta local será considerado o atleta que apresentar o comprovante de residência no nome do mesmo (atleta) ou dos seus genitores, Título de Eleitor e/ou
Declaração da Justiça Eleitoral, que o mesmo é eleitor da cidade de Mossoró e/ou Tibau.
A premiação será Medalhas e uma Carta de Crédito, referente ao valor da premiação, através de depósito bancário, que terá um prazo de pagamento de até 150 (cento e cinquenta) dias,
1.
após a realização do evento.
Ocorrerá Medalhas de participação para os demais atletas que não forem vencedores das premiações declinadas no item anterior.
2.
Art. 20º - A equipe quinteto mista local será composta por 04 (quatro) homens e 01 (uma) mulher e o percurso do trecho de troca de pulseira que a mulher correrá ficará a critério de cada equipe.
Art. 21º - As provas serão efetuadas, no masculino e feminino, tanto local quanto aberto, atendendo 
ao disposto do Art. 19.
PREMIAÇÃO EQUIPES DUPLAS
Premiação 1º Lugar Dupla Masculino/Local
R$ 800,00 + MEDALHAS
Premiação 2º Lugar Dupla Masculino/Local
R$ 500,00 + MEDALHAS
Premiação 3º Lugar Dupla Masculino/Local
R$ 300,00 + MEDALHAS
PREMIAÇÃO EQUIPES MISTA-LOCAL
Premiação 1º Lugar Mista/Local
R$ 800,00 + MEDALHAS
Premiação 2º Lugar Mista/Local
R$ 500,00 + MEDALHAS
Premiação 3º Lugar Mista/Local
R$ 300,00 + MEDALHAS
PREMIAÇÃO EQUIPES QUINTETO
Premiação 1º Lugar Aberto Masculino
R$ 800,00 + MEDALHAS
Premiação 2º Lugar Aberto Masculino
R$ 500,00 + MEDALHAS
Premiação 3º Lugar Aberto Masculino
R$ 300,00 + MEDALHAS
Premiação 1º Lugar Local Masculino
R$ 800,00 + MEDALHAS
Premiação 2º Lugar Local Masculino
R$ 500,00 + MEDALHAS
Premiação 3º Lugar Local Masculino
R$ 300,00 + MEDALHAS
Premiação 4º Lugar Local Masculino
R$ 200,00 + MEDALHAS
Premiação 5º Lugar Local Masculino
R$ 100,00 + MEDALHAS
Premiação 1º Lugar Aberto Feminino
R$ 800,00 + MEDALHAS
Premiação 2º Lugar Aberto Feminino
R$ 500,00 + MEDALHAS
Premiação 3º Lugar Aberto Feminino
R$ 300,00 + MEDALHAS
Premiação 1º Lugar Local Feminino
R$ 800,00 + MEDALHAS
Premiação 2º Lugar Local Feminino
R$ 500,00 + MEDALHAS
Premiação 3º Lugar Local Feminino
R$ 300,00 + MEDALHAS
CAPITULO VI
DAS PUNIÇÕES
Art. 22º - Será eliminada da competição toda a equipe que um de seus componentes utilizarem de meios ilícitos antes, durante e depois da corrida (ex: Empurrar, calçar, derrubar, ultrapassar o corredor
de chegada, segurar o adversário retardando sua saída) para isso temos fiscais nos postos e no decorrer do percurso os quais todos terão autoridades para eliminar a equipe em sua agressão e
principalmente quando se constatar mudança de atleta no percurso.
CAPITULO VII
DOS CASOS OMISSOS
Art. 23º - O regulamento será publicado no Jornal Oficial do Município - JOM, cabendo a cada equipe fazer a consulta no referido Jornal e fazer a leitura do regulamento, dessa forma não será cabível
dizer que não houve conhecimento do regulamento, visto a publicidade que foi feita no Jornal do Oficial do Município (JOM), com antecedência de 45 (quarenta e cinco) dias para o início da competição.
Art. 24º - A Equipe que se sentir prejudicada durante a prova, poderá apresentar recurso ao Diretor da Prova, pessoalmente ou através de seu representante legal, de forma individual e respeitosa, logo
que ultrapassar a linha de chegada. Este recurso deverá ser por escrito, apresentada até 15 (quinze) minutos após divulgação oficial dos resultados, acompanhada de uma taxa de R$ 100,00 (cem
reais).
1. O desconhecimento do regulamento não será aceito como justificativa, em hipótese alguma.
2. Caso a reclamação seja aceita pela Direção da Prova, o pagamento efetuado será devolvido.
3. Toda e qualquer decisão será tomada pela Comissão formada pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer.
Art. 25º - Foi criada uma comissão, com poder de decisão, para resolver qualquer caso de irregularidade antes, durante e depois da prova e demais casos omissos a esse regulamento.
Mossoró, 11 de dezembro de 2015.
Abraão Dutra Dantas
Secretário Municipal de Esporte e Lazer
Publicado por:
MARCELO HENRIQUE TEIXEIRA DA SILVA
Código Identificador:
519F23A3
COLABORADORES DO BLOG:

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Camisa do Blog Corredores de Mossoró Está a Venda Para os Corredores de Rua

O Blog Corredores de Mossoró depois disponibilizar vários modelos para a escolha da camisa do blog, hoje pela manhã foi aprovado o modelo que segue abaixo, com a camisa os corredores terá uma melhor identificação nas ruas, já temos uma lista com interessados em adquirir a camisa e quem tiver interesse pode entrar em contato pelo número (84) 98827-7755 (Oi / Whatsapp) faremos o pedido no máximo até terça-feira dia 12/01/2016 e quem perder a oportunidade só na segunda remessa que não tem data prevista.

INFORMAÇÕES DA CAMISA:

- Camisa tecido: POLIAMIDA
- Cor: Amarelo Ouro
- Modelos: Manga Curta e Regata
- Identificação: Nome do atleta PERSONALIZADO e o nome da Equipe (Nas Costas)
- Tamanhos: P, M, G, GG
- Valor: 30 reais
- Contato: (84) 98827-7755 (Oi / Whatsapp)


COLABORADORES DO BLOG:

Hora de Fazer a Base Nas Corridas

CLIQUE NA IMAGEM - SALVE E LEIA A MATÉRIA


COLABORADORES DO BLOG:

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

"Consagro tudo a Deus", diz atleta mossoroense em ranking brasileiro de maratonistas



O administrador e chefe de gabinete da Secretaria de Esportes e Lazer de Mossoró, Alex Polary de Oliveira Brito, ou simplesmente Polary, como é mais conhecido, 35 anos, é o primeiro mossoroense a atingir o tempo mínimo necessário e ingressar no seleto grupo de maratonistas brasileiros.

O feito foi alcançado na Maratona de Porto Alegre e confirmada na tarde dessa terça-feira (5) pela Revista Contra Relógio, considerada a maior publicação da América Latina em corridas de rua.

Ao MOSSORÓ HOJE, Polary relatou parte de sua preparação e as dificuldades enfrentadas até chegar ao resultado que o colocou na elite brasileira da modalidade.

"Foram muitas dificuldades que tive que enfrentar. Para conseguir chegar a essa conquista tive que abdicar de minha família, dos amigos e de minha vida social. Mas em tudo em agradeço e consagro a Deus", comentou o atleta.

A primeira tentativa para atingir o índice de maratonista, que para sua faixa etária é de 3h45min59s, foi na Maratona Internacional Maurício de Nassau, em Recife. Com ansiedade em obter os resultados desejados, o atleta revela que cometeu vários erros e não atingiu sua meta.

"Em Recife, cometi vários erros. Má alimentação, errei em meu vestuário, nos equipamentos utilizados e no início da prova, comecei muito rápido e isso me fez cansar. Terminei a prova com o tempo de 4h08. Fiquei decepcionado", relatou Polary.

"Não me deixei abater. Foquei no próximo desafio e aumentei o volume de meus treinamentos, busquei orientação de pessoas mais experientes e estudei bastante para correr a Maratona de Santiago, no Chile. Minha primeira prova internacional”, acrescentou o mossoroense.

Nessa maratona, o tempo mínimo exigido foi atingido e Polary completou a prova chilena em 3h37. Porém, por ter sido uma competição fora do país, o tempo obtido não foi homologado. 

"Fiquei bastante angustiado com essa situação. Consegui o tempo necessário, mas não tive o reconhecimento. Um amigo de Recife, Gledson Huck, vendo minha situação, me presenteou com uma passagem área e fui correr em Porto Alegre (RS)", disse Polary.

"Mesmo vindo de uma série de lesões físicas, aceitei o desafio e voltei a fortalecer meu treinamento. Mudei minha alimentação e intensifiquei o uso de suplementos, e para isso tive o apoio da BoduNutri Suplementação. Em Porto Alegre, finalmente atingi meu objetivo e conclui a prova em 3h38min26s. Consagro tudo a Deus", comemora o atleta.

Para 2016, Alex Polary está focado em competições ainda mais complexas. Em março, ele disputará os 101 Km da Ultra Maratona do Agreste, em Maceió, Alagoas. Para junho, o atleta se prepara para as 12h contínuas de outra Ultra Maratona em Aquiraz, Ceará.

Ainda para esse ano, ele enfrentará o maior desafio de sua carreira. Serão 100 Km da Ultra Maratona Trail, em Costa Esmeralda, Santa Catarina. Uma prova com percurso de montanha, praia, calçamento e todas as adversidades de uma maratona fora de estrada.

Em 2017, o plano do atleta é participar da maior ultra maratona do mundo, a COMRADES, prova que vai das cidades de Pietermaritzburg para Durban, na África do Sul.

Fonte:http://mossorohoje.com.br/noticias/5252/06-01-2016/%22Consagro-tudo-a-Deus%22-diz-atleta-mossoroense-em-ranking-brasileiro-de-maratonistas


COLABORADORES DO BLOG:

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Inscrições da Maratona de Revezamento Mossoró a Tibau Começa Amanhã na BodyNutri

 CLIQUE PARA AMPLIAR A IMAGEM
 

REGULAMENTO DA MARATONA DE REVEZAMENTO:

 
SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER
REGULAMENTO GERAL DA 3ª MARATONA DE REVEZAMENTO “MOSSORÓ/TIBAU”- 2016
CAPITULO I
DOS OBJETIVOS
Art. 1º - A Terceira Maratona de revezamento denominada de “MARATONA DE REVEZAMENTO MOSSORÓ/TIBAU”, é um projeto da Prefeitura Municipal de Mossoró – Gabinete do Prefeito,
juntamente com a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, com parceria da Prefeitura Municipal de Tibau, Execução da Gerência Executiva de Esporte e Lazer, tendo como objetivo Geral, despertar o
interesse da prática Desportiva para o bem estar do cidadão, buscando a integração da população e contribuindo para a difusão do esporte junto a comunidade Mossoroense, para melhoria da
qualidade de vida e da saúde dos praticantes desta modalidade de atletismo.
CAPITULO II
DA ABRANGÊNCIA
Art. 2º - A Maratona de Revezamento Mossoró/Tibau, será abrangente aos atletas corredores de ambos os sexos e pessoas que se acharem capazes fisicamente de participar de uma maratona de 42
km.
Art. 3º - A III Maratona de Revezamento Mossoró/Tibau, será realizada por equipes formadas por cinco atletas (masculino ou feminino, sendo Local e Aberta), equipes Mista/Local (Equipe composta por
4 homens e 1 mulher) e duplas masculina local;
As equipes formadas por cinco atletas, correrão cada um a distância demarcada pela Organização da Prova que será a seguinte: A Maratona de 42 km, será dividida em 05 polos sendo o
1.
primeiro 7,8km, o segundo 7,5km, o terceiro 10km, o quarto 8,8km e o quinto 8,1km que fará assim 42 km.
As equipes formadas por duplas correrão cada um a distância demarcada pela Organização da Prova que será a seguinte: a Maratona será de 42 km, dividida em 02 polos sendo o primeiro
2.
21 km e o segundo com também 21 km.
CAPITULO III
DA PROVA
Art. 4º - A Prova será em formato de revezamento e com utilização de pulseiras, cada equipe terá uma pulseira, que em cada polo passará para seu colega de equipe e assim sucessivamente até o
último chegar e entregar a pulseira aos fiscais na chegada da vizinha cidade de Tibau.
Art. 5º - Em cada polo, haverá uma tenda armada onde ficarão os atletas e dois fiscais esperando receber a pulseira de seu companheiro para entregar ao seguinte e assim até que chegue no quinto
atleta de sua equipe.
Art. 6º- O Atleta não poderá dar largada sem receber a pulseira do seu colega de equipe que o entregará logo que chegar, este receberá e correrá, fazendo a mesma coisa no posto seguinte. O Atleta
que vai receber a pulseira poderá receber antes ou depois 100 metros do ponto em que ele está.
Art. 7º - Ao chegar em Tibau, estará montado uma tenda com uma equipe de fiscais e um corredor feito com cones, onde haverá um pórtico com uma faixa de chegada, daí entregará a pulseira e o fiscal
anotará a classificação da equipe.
Art. 8º - O posto número 01- Saída - será em frente à praça de esportes da Avenida Rio Branco – Bairro centro, defronte ao Jornal de Fato.
Art. 9º - O segundo posto será com 7,8 km de distância do primeiro na BR 304. O Terceiro posto será com distância de 7,5 km do segundo, o quarto posto será com 10 km distante do terceiro, o quinto
posto será distante 8,8 km do quarto e o último posto será a chegada em Tibau.
Art. 10º - Para os atletas em dupla a TENDA DE TROCA, estará posicionada no 8º PONTO DE ÁGUA, completando o primeiro trecho de 21 km, atendendo todas as orientações do Art. 6º.
Art. 11º - Haverá em todo percurso, de três em três km, posto de abastecimento de água para quem estiver participando, a comissão Organizadora não terá obrigação de dar água a quem acompanha
os atletas e/ou familiares.
CAPITULO IV
DAS INSCRIÇÕES
Art. 12º - Poderá se inscrever para a Maratona de Revezamento Mossoró/Tibau, todo e qualquer atleta que se encontre em condições físicas gozando de saúde para este fim e que estejam inscritos por
equipe de cinco atletas ou por equipe de dois atletas.
Art. 13º - No ato da inscrição a equipe deverá apresentar os documentos pessoais: Conta Bancária (possível premiação), RG, CPF, PIS, Endereço (do capitão de cada equipe), Comprovante de
residência (atleta Local) Taxa de R$ 10,00 e 1 Kit Limpeza (1 litro de água sanitária, 1 litro detergente, 1 litro desinfetante e 1 pacote de 500g de sabão em pó) que será doada a uma entidade
beneficente, a Taxa de Inscrição e o Kit Limpeza será efetuado de forma individual (por atleta). A ficha de inscrição poderá ser efetuada pelo representante de cada equipe.
Art. 14º - O Atleta poderá participar com 18 anos, desde que cumpra com o enunciado no art. 12.
Art. 15º - As Inscrições serão feitas no Ginásio de Esporte Engenheiro Pedro Ciarlini Neto na Avenida Dix-Neuf Rosado S/N, Centro, nos horários de 08:00 h as 11:00 h e das 14:00 h as 17:00 h de
segunda a sexta-feira no período de 18 à 29 de Janeiro de 2016.
Art. 16º - As Inscrições encerrarão às 17:00 h do dia 29 de janeiro, sendo o congresso técnico da prova no mesmo dia as 18:00 h tendo como local o Auditório do Ginásio de Esportes Eng. Pedro
Ciarlini, a prova acontecerá no dia 30 de Janeiro com saída as 06:00 h da Praça de Esportes da Avenida Rio Branco, com 15 minutos de tolerância.
Art. 17º - Cada Equipe será responsável pela sua indumentária de identificação e de uso na prova (Ex: tênis, camisa, soquetes), o número de identificação e a pulseira será fornecida pela organização
que será entregue na reunião do Congresso Técnico.
Art. 18º - No ato de inscrição será explicado onde será a colocação da pulseira, pois este deverá passar por todos os cinco participantes que utilizarão em seus pontos de largada até que o quinto atleta
receberá para entregar na chegada, da mesma forma ocorrerá com as equipes que correrão em duplas. Será eliminada a equipe que seu atleta que correr por último sem a pulseira.
CAPITULO V
DA PREMIAÇÃO
Art. 19º - Só Haverá premiação para ambos os sexos se houver no mínimo quatro equipes inscritas e será feito a premiação entregue a menos um (exemplo: no caso existir 06 equipes inscritas, só
serão premiadas 05 equipes, se houver 04 inscritas, só serão premiadas 03. No caso de não atingir o número mínimo de equipe, a prova (premiação) será cancelada e ocorrerá a junção do Aberto com
o Local). No caso de comprovação do atleta local será considerado o atleta que apresentar o comprovante de residência no nome do mesmo (atleta) ou dos seus genitores, Título de Eleitor e/ou
Declaração da Justiça Eleitoral, que o mesmo é eleitor da cidade de Mossoró e/ou Tibau.
A premiação será Medalhas e uma Carta de Crédito, referente ao valor da premiação, através de depósito bancário, que terá um prazo de pagamento de até 150 (cento e cinquenta) dias,
1.
após a realização do evento.
Ocorrerá Medalhas de participação para os demais atletas que não forem vencedores das premiações declinadas no item anterior.
2.
Art. 20º - A equipe quinteto mista local será composta por 04 (quatro) homens e 01 (uma) mulher e o percurso do trecho de troca de pulseira que a mulher correrá ficará a critério de cada equipe.
Art. 21º - As provas serão efetuadas, no masculino e feminino, tanto local quanto aberto, atendendo 
ao disposto do Art. 19.
PREMIAÇÃO EQUIPES DUPLAS
Premiação 1º Lugar Dupla Masculino/Local
R$ 800,00 + MEDALHAS
Premiação 2º Lugar Dupla Masculino/Local
R$ 500,00 + MEDALHAS
Premiação 3º Lugar Dupla Masculino/Local
R$ 300,00 + MEDALHAS
PREMIAÇÃO EQUIPES MISTA-LOCAL
Premiação 1º Lugar Mista/Local
R$ 800,00 + MEDALHAS
Premiação 2º Lugar Mista/Local
R$ 500,00 + MEDALHAS
Premiação 3º Lugar Mista/Local
R$ 300,00 + MEDALHAS
PREMIAÇÃO EQUIPES QUINTETO
Premiação 1º Lugar Aberto Masculino
R$ 800,00 + MEDALHAS
Premiação 2º Lugar Aberto Masculino
R$ 500,00 + MEDALHAS
Premiação 3º Lugar Aberto Masculino
R$ 300,00 + MEDALHAS
Premiação 1º Lugar Local Masculino
R$ 800,00 + MEDALHAS
Premiação 2º Lugar Local Masculino
R$ 500,00 + MEDALHAS
Premiação 3º Lugar Local Masculino
R$ 300,00 + MEDALHAS
Premiação 4º Lugar Local Masculino
R$ 200,00 + MEDALHAS
Premiação 5º Lugar Local Masculino
R$ 100,00 + MEDALHAS
Premiação 1º Lugar Aberto Feminino
R$ 800,00 + MEDALHAS
Premiação 2º Lugar Aberto Feminino
R$ 500,00 + MEDALHAS
Premiação 3º Lugar Aberto Feminino
R$ 300,00 + MEDALHAS
Premiação 1º Lugar Local Feminino
R$ 800,00 + MEDALHAS
Premiação 2º Lugar Local Feminino
R$ 500,00 + MEDALHAS
Premiação 3º Lugar Local Feminino
R$ 300,00 + MEDALHAS
CAPITULO VI
DAS PUNIÇÕES
Art. 22º - Será eliminada da competição toda a equipe que um de seus componentes utilizarem de meios ilícitos antes, durante e depois da corrida (ex: Empurrar, calçar, derrubar, ultrapassar o corredor
de chegada, segurar o adversário retardando sua saída) para isso temos fiscais nos postos e no decorrer do percurso os quais todos terão autoridades para eliminar a equipe em sua agressão e
principalmente quando se constatar mudança de atleta no percurso.
CAPITULO VII
DOS CASOS OMISSOS
Art. 23º - O regulamento será publicado no Jornal Oficial do Município - JOM, cabendo a cada equipe fazer a consulta no referido Jornal e fazer a leitura do regulamento, dessa forma não será cabível
dizer que não houve conhecimento do regulamento, visto a publicidade que foi feita no Jornal do Oficial do Município (JOM), com antecedência de 45 (quarenta e cinco) dias para o início da competição.
Art. 24º - A Equipe que se sentir prejudicada durante a prova, poderá apresentar recurso ao Diretor da Prova, pessoalmente ou através de seu representante legal, de forma individual e respeitosa, logo
que ultrapassar a linha de chegada. Este recurso deverá ser por escrito, apresentada até 15 (quinze) minutos após divulgação oficial dos resultados, acompanhada de uma taxa de R$ 100,00 (cem
reais).
1. O desconhecimento do regulamento não será aceito como justificativa, em hipótese alguma.
2. Caso a reclamação seja aceita pela Direção da Prova, o pagamento efetuado será devolvido.
3. Toda e qualquer decisão será tomada pela Comissão formada pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer.
Art. 25º - Foi criada uma comissão, com poder de decisão, para resolver qualquer caso de irregularidade antes, durante e depois da prova e demais casos omissos a esse regulamento.
Mossoró, 11 de dezembro de 2015.
Abraão Dutra Dantas
Secretário Municipal de Esporte e Lazer
Publicado por:
MARCELO HENRIQUE TEIXEIRA DA SILVA
Código Identificador:
519F23A3
COLABORADORES DO BLOG: