quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Os Encantos da Batata Doce

Imagem1

Ela não é  bonita nem fotogênica ou especialmente saborosa. Mas é nutritiva e está na moda. Alguns nutricionistas chegam a apontá-la como um dos alimentos mais completos que existem. E com a preocupação cada vez mais frequente de tantas pessoas em adotar uma dieta mais saudável e emagrecer (já que ela diminui o apetite e provoca sensação de saciedade) os “encantos nutritivos” da batata doce têm ganhado espaço, especialmente no cardápio de atletas. Não é para menos: esse carboidrato complexo tem baixo índice glicêmico, o que significa que sua absorção é mais lenta, liberando glicose na corrente sanguínea aos poucos, sem estimular muito o hormônio chamado insulina (responsável pelo aumento da fome e pelo acúmulo de gorduras). Rico em sais minerais como fósforo, ferro, cálcio e potássio, ajuda a fortalecer o sistema imunológico.
Fonte de vitamina A e C, essa raiz é rica em fibras solúveis, o que ajuda na redução tanto de açúcar no sangue como no colesterol e faz muito bem ao sistema digestivo. Uma propriedade curiosa (e muito bem-vinda) desse alimenta é que promove uma espécie de “faxina” em nosso organismo. O pigmento antocianina, um antioxidante bastante abundante no amido desse alimento, ajuda a eliminar partículas de radicais de oxigênio e metais pesados como mercúrio que pode se acumular no trato digestivo. Por isso, alguns estudos em andamento trabalham com a hipótese de que o alimento seja importante na prevenção de alguns tipos de câncer.
Veja uma receita simples com batata doce:
Batata Doce Chips de micro-ondas  (receita de Paulo Pratti – nutricionista)
Pode ser utilizada como refeição pré-treino.
Ingredientes
•             1 unidade de batata doce (média 300g)
•             500ml Água
•             ½ Colher (sopa) Sal
•             Pimenta do Reino ou Salsinha  à gosto
Instruções
1.            Lave bem a batata e corte com a ajuda de um fatiador (ralador), em fatias fininhas.
2.            Coloque de molho em água temperada com sal e pimenta do reino (opcional), deixe descansar por 15 minutos.
3.            Escorra as batatas e espalhe-as num papel toalha. Seque-as bem.
4.            Coloque as fatias bem separadas no prato do micro-ondas.
5.            Leve para o micro-ondas por 3 minutos em potência alta, parando a cada 1 minuto para desgrudá-las do prato.
6.            Fique de olho, assim que uma batata ficar dourada tire elas do micro-ondas.
7.            Sirva com salsinha picada (opcional)
Observações
Não pule a etapa de desgrudar as batatas.
O tempo no micro-ondas pode variar, continue o processo até elas atingirem a cor dourada.
Depois que elas esfriarem tendem a ficar ainda mais crocantes.
Espere esfriarem para guardá-las em potes . Deixe na geladeira por até 3 dias.
- See more at: http://www.jornalcorrida.com.br/runbrasil/2014/11/os-encantos-da-batata-doce/#sthash.nVl71KCV.dpuf



COLABORADORES DO BLOG:
(84) 3062-3344

(84) 3321-3414

As Inscrições da MARATONA SANTIAGO Foram Esgotadas 28 mil Corredores


Antes del término oficial del último período de inscripciones para la versión 2015 del Entel Maratón de Santiago, ya se acabaron los 28 mil cupos disponibles para este año.

El Entel Maratón de Santiago 2015 se acerca y al igual que sus ediciones anteriores, promete ser todo un éxito. Al menos así lo ha sido el periodo de inscripciones ya que, quedando 74 días para el mayor evento de running del país, ya se agotaron todos los cupos.
Para este año la organización dispuso de 28 mil cupos, 3 mil más que el año pasado, los que incluyen los tres trazados de la competencia. El porcentaje de inscritos por categoría fue de 22% en los 42 k, 48% en los 21 k y 30% en los 10 k.
Entre las novedades que hay para la versión 2015 del evento destaca el aumento del pozo total del premio deUS$89.000 a US$92.500, además del debut de la Categoría Nacional, que premiará a los atletas nacionales que hagan un mejor tiempo en los 42k, independiente del lugar final que obtengan.

COLABORADORES DO BLOG:
(84) 3062-3344

(84) 3321-3414

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

II Maratona de Revezamento conta com 175 atletas

Na manhã deste sábado, 24, aconteceu a II Maratona de Revezamento Mossoró Tibau. 175 atletas de diversas cidades e estados vizinhos participaram da prova que foi dividida em quatro categorias. A saída aconteceu no Memorial da Resistência e a chegada na entrada da cidade de Tibau. A maratona teve o percurso de 42km. Cada equipe participou com 5 integrantes que revezaram a cada aproximadamente 8km.
O prefeito Francisco José Júnior participou da prova e falou sobre a consolidação do evento na cidade. “Neste ano aumentamos em quase 100% o número de participantes em relação ao ano passado. É uma oportunidade muito boa para incentivar a prática esportiva e o turismo, já que a maratona atrai corredores de diversos estados”, destacou.
Equipes de diversas cidades como Assú, Caicó, Tibau e Juazeiro do Norte (CE), se destacaram na prova e conquistaram a colocação dos primeiros lugares. A cidade de Mossoró também foi representada com diversas equipes que obtiveram um bom desempenho.
O secretário de Esporte e Lazer Abraão Dutra, também participou da maratona e destacou a importância da prova para o município. “A maratona de revezamento abriu oficialmente o calendário esportivo da secretaria. É com muita satisfação que participamos junto com o prefeito para dar o exemplo e incentivo da prática do esporte que vem crescendo cada vez mais na cidade”, disse.
A II Maratona de Revezamento Mossoró Tibau contou com a parceria entre as prefeituras das duas cidades e outras secretarias do município. A Guarda Civil garantiu a segurança dos corredores durante toda a prova. O SAMU disponibilizou ambulância para acompanhar a maratona e socorrer os casos de ocorrência entre os participantes.
A Secretaria de Mobilidade Urbana disponibilizou parte do efetivo dos Agentes de Trânsito que organizaram o percurso da maratona do início ao fim, junto com o Distrito de Polícia Rodoviária Estadual, garantindo também a segurança e a prevenção de acidentes durante a prova.
A maratona foi dividida em quatro categorias, Feminino Local, Feminino Aberto, Masculino Local e Masculino Aberto. Cada equipe vencedora recebeu medalhas, troféu e prêmio em dinheiro. O valor total do prêmio foi de R$ 10 mil dividido para os primeiros colocados. As demais equipes receberam medalhas de participação.
Confira o resultado:
Feminino Local:
1º lugar: Equipe Loucas? Não, corajosas!
2º lugar: Equipe Garra
3º lugar: Mulheres determinadas

Feminino Aberto:
1º lugar: Equipe 1 Voluntários de Juazeiro do Norte (CE)
2º lugar: Equipe 2 Voluntários de Juazeiro do Norte (CE)
3º lugar: Equipe de Assú

Masculino Local:
1º lugar: Equipe Paulo de Tasso
2º lugar: Equipe Esporte Magia
3º lugar: Equipe Ecossistema
4º lugar: Equipe Km por Km BodyNutri
5º lugar: Equipe Potiguar Run

Masculino Aberto:
1º lugar: Equipe Voluntários de Juazeiro do Norte (CE)
2º lugar: Equipe Caicó
3º lugar: Equipe Tibau

COLABORADORES DO BLOG:
(84) 3062-3344

(84) 3321-3414

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Maratona de Revezamento acontece neste fim de semana


A II Maratona de Revezamento Mossoró-Tibau está marcada para amanhã, 24, e vai abrir o calendário esportivo da Secretaria de Esporte e Lazer. Pela quantidade de inscrições, a corrida vai ultrapassar a quantidade de participantes do ano passado. Devido à grande procura nesses últimos dias, as inscrições serão feitas até as 17h de hoje, e não só até às 12h, como estava previsto anteriormente. O número de equipes neste ano já superou o do ano passado, que foi de 23 equipes.
Apesar da maior parte das equipes inscritas ser de Mossoró, a prova vai contar com a participação de equipes de outras cidades e até de outros Estados. Seis equipes de Assú, duas de Caicó e uma da Paraíba já confirmaram presença. A largada acontece às 6h, com 15 minutos de tolerância. A previsão de chegada é entre 11h30 e 12h. O início do percurso é o Memorial da Resistência e o término é na chegada a Tibau.
A premiação destinada à prova é de R$ 10 mil, esse valor será divido para os melhores colocados das quatro categorias. A corrida vai contar com atletas da Aberto Masculino; Aberto Feminino; Local Masculino e Local Feminino. De acordo com o regulamento da prova, cada equipe vai ter cinco atletas e cada um deles vai percorrer um determinado trecho. As melhores equipes serão premiadas com dinheiro e troféu. Assim como na primeira edição, a maratona está sendo promovida através de uma ação conjunta entre a Prefeitura Municipal de Mossoró e a Prefeitura de Tibau.
REGRAS DA PROVA
Conforme Abraão Dutra, secretário de Esporte e Lazer, a prova será em formato de revezamento e com utilização de pulseiras. Ele informa que cada equipe terá uma pulseira, que será repassada em cada polo para seu colega de equipe até chegar ao último polo. A equipe vai finalizar a prova quando o atleta entregar a pulseira aos fiscais que vão estar na entrada de Tibau.
O secretário ainda informa que em cada polo haverá uma tenda armada, onde ficarão os atletas e dois fiscais esperando receber a pulseira de seu companheiro para entregar ao seguinte e assim até que chegue no quinto atleta de sua equipe. Ao chegar em Tibau, estará montada uma tenda com uma equipe de fiscais e um corredor feito com cones e uma faixa de chegada, daí entregará a pulseira e o fiscal anotará a classificação da equipe.  
O Atleta não poderá dar largada sem receber a pulseira do seu colega de equipe, que o entregará logo que chegar, este receberá e correrá, fazendo a mesma coisa no posto seguinte. O Atleta que vai receber a pulseira poderá receber antes ou depois 100 metros do ponto em que ele está. A cada três km do percurso, haverá um posto de abastecimento de água para quem estiver participando.
Os pontos de revezamento estão definidos da seguinte forma: Primeiro ponto de troca acontece após 7,7km da largada; o segundo ponto com 15,2km da largada (trecho de 7,5km); o terceiro ponto com 25,2km do local de saída que é o Memorial da Resistência (trecho de 10km); quarto ponto de troca 34km da largada (trecho de 8,8km) e o quinto e último ponto a 42km (trecho de 8km). A Maratona de Revezamento terá um total de 42,2km e em cada ponto demarcada a equipe vai mudar o atleta. 


COLABORADORES DO BLOG:
(84) 3062-3344

(84) 3321-3414

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Aos corredores de plantão, na BODYNUTRI tem o Isotonic Drink


Aos corredores de plantão, na bodynutri tem o Isotonic Drink, suplemento hidroeletrolítico destinado para ajudar na hidratação dos atletas. Indicado durante e pós-treino para repor águas e sais minerais perdidos pela transpiração ou outras formas de excreção. Sem glúten e disponível em diversos sabores na embalagem de 900g.

Adquira o seu, prepare sua garrafinha e vamos correr! 





COLABORADORES DO BLOG:
(84) 3062-3344

(84) 3321-3414

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Dica da BodyNutri Suplementos: BCAA em Pó Iron Man 5:1:1


Suplemento Alimentar BCAA Iron Man 5:1:1 New Millen é fonte de energia local para atividade física e reparação e construção do tecido muscular (anabolismo).
A fórmula balanceada de BCAA Iron Man 5:1:1 New Millen possui ótima proporção de BCAAs (5:1:1) fornecendo 2,5g desses aminoácidos na porção, além de conter o poderoso complexo ZMA com Vitamina B6, Waxy Maize e D-Ribose importantes na produção hormonal e síntese proteica muscular.
Experimente o poderoso bcaa iron man 5:1:1 New Millen e obtenha mais disposição e resistência para os treinos, além de resultados surpreendentes em recuperação e crescimento muscular.

BENEFÍCIOS:

  • Fórmula concentrada (5:1:1) fornecendo 2,5g de BCAA;
  • Promove recuperação e crescimento muscular;
  • Mais resistência para os treinos;
  • Fonte de energia

SUGESTÃO DE USO:

  • Dissolva 1 medida (3,5g) de bcaa iron man 5:1:1 New Millenem 250 ml de água ou bebida, mexer até a diluição completa. Ingerir antes e após as atividades físicas uma vez ao dia.


COLABORADORES DO BLOG:
(84) 3062-3344

(84) 3321-3414

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Dica da Dinâmica Sports: O Uso das Meias de Compressão

O Uso das Meias de CompressãoO Uso das Meias de Compressão

Olá internautas do EsporteX! Estou novamente por aqui, para falar desta vez sobre um assunto que virou moda entre os corredores e ciclistas – As meias de compressão. Um número cada vez maior de praticantes tem utilizado estas meias com o objetivo de melhorar o seu rendimento durante uma determinada prova e ainda sim ter uma recuperação pós prova mais rápida e com menos dores musculares. 

Porém, será que realmente estas meias ajudam tanto assim? Ou será que existe um efeito placebo além de muito marketing e estilo perantes nossos corredores e ciclistas? Resolvi pesquisar na literatura e busquei os 5 artigos mais recentes (até minha busca, pois pode ser que hoje, neste momento que você lê esta matéria, já tenha algum ainda mais recente) e fiz um resumo dos resultados obtidos diante os experimentos. 

Colocarei resumidamente cada um dos 5 artigos, dividos por parágrafos para saber o que cada um diz e logo após fecharei com minhas conclusões. Mas, antes disso, vamos detalhar melhor a real finalidade das meias de compressão. As meias de compressão ou meias elásticas foram usadas por muitos anos como um método de pressão mecânica para profilaxia de trombose venosa profunda. Em trabalho clínico este método é o preferido dentre outros métodos mecânicos e farmacológicos já que esta tipo de roupa é barato e fácil de aplicar. Vários estudos têm demonstrado um aumento na velocidade de tensão venosa profunda, redução do retorno venoso, e um melhor retorno venoso não ativo, em pacientes em repouso de hospitais e de viajantes de longa distância que usavam meias graduadas de compressão (Gandhi, Palmar, Lewis, & Schraibman, 1984; Lawrence & Kakkar, 1980). 

A compressão externa reduz toda área de secção transversal do membro inferior e aumenta a velocidade linear do fluxo de sangue no sistema venoso (Ido et al, 1995;. Meyerowitz & Nelson, 1964; Stanton, Freis, & Wilkins, 1949). Estudos recentes utilizando roupas de compressão durante o exercício indicaram uma melhora na performance de endurance (Bringard, Perrey, & Belluye, 2006b), bem como a recuperação acelerada do exercício (Gill, Beaven, & Cook, 2006). Estas respostas são atribuídas provavelmente à melhoria da circulação periférica, o retorno venoso (Agu, Baker & Seifalian, 2004; Ibegbuna, Delis, Nicolaides & Aina, 2003), a depuração de lactato sanguíneo (Chatard . et al, 2004), a oscilação muscular reduzida (Bringard, Denis, Belluye, e Perrey, 2006a;. Bringard et al, 2006b) e a melhor depuração de marcadores de lesão muscular a creatina quinase – CK – (Gill et al., 2006). Muitos atletas de alto desempenho em uma série de esportes adotaram longas meias elásticas, especialmente durante as competições de resistência, como corrida e triatlos. Estas meias de compressão têm recebido muita atenção após Paula Radcliff ter estabelecido um novo recorde mundial da maratona em 2003, utilizando tais meias. Apesar de um alto esforço ter sido investido para descrever o papel das roupas de compressão em pacientes doentes, no pós-operatório, e inativos, há uma falta de evidência clara de benefícios para atletas bem treinados. Vários resultados sobre o desempenho têm sido relatados em comparações de vestuário de compressão e de não compressão. 

Estas variações podem resultar da heterogeneidade dos procedimentos realizados nos testes, a pressão de área de compressão aplicada, bem como uma falha ao avaliar adequadamente variáveis como o fluxo de sangue durante o exercício. Além disso, um baixo número de participantes, a não utilização de grupos de controle e tamanhos de efeito moderado levaram a resultados variados. Além disso, polêmicas descobertas podem ser resultado de pressões comerciais de empresas patrocinadoras de determinados estudos de avaliação de seus produtos. Abaixo, segue o resumo de cada estudo realizado, dividido por parágrafos: Em Diferentes tipos de roupas de compressão não aumentam a performance sub-máxima e máxima de endurance em atletas bem treinados, SPERLICH B et al. 2010, selecionaram 15 indivíduos saudáveis, não fumantes, do sexo masculino, bem treinados (corredores e triatletas) com média: de idade 27 anos, 1,83 cm de estatura, 76 kg e VO2 máx 63,7 ml kg min), sendo o estudo aprovado pelo conselho de ética. O objetivo do estudo foi testar três tipos de roupas de compressão (meias, collants, e de corpo inteiro) em atletas bem treinados para avaliar as respostas fisiológicas (consumo de oxigênio, lactato concentração, saturação de oxigênio) e os efeitos sobre o desempenho (tempo de exaustão). 

Todos os participantes realizaram cinco testes em uma esteira motorizada. Amostras de sangue pré-exercício foram retirados do lóbulo da orelha direita para determinar concentração basal de lactato, saturação de oxigênio e pressão parcial de oxigênio e consumo de oxigênio, além de avaliações de dor muscular terem sido registradas. Os participantes foram ainda solicitados a classificar o seu esforço percebido na escala de Borg 6-20 (Borg, 1970) e sua dor muscular na coxa percebida em uma escala de 7 pontos (0 = nenhuma dor a 6 = muito doloroso). Os resultados demonstram que o consumo de oxigênio máximo e sub-máximo não diferiu entre as condições de teste. A concentração arterial de lactato e pH durante a execução máxima e sub-máxima não diferiu entre os tipos de vestuário. A saturação de oxigênio e da pressão parcial não foram afetados pela roupa em ambas as intensidades. 

Durante o exercício sub-máximo, os participantes classificaram sua esforço percebido na escala de Borg como”um pouco ”rígido sem diferenças entre as condições. O esforço máximo foi avaliado como “muito, muito difícil” sem diferenças entre os tipos de vestuário. A percepção de dor muscular não foi diferente entre as condições e finalmente, o tempo até a exaustão foi afetado pelo tipo de vestuário, porém nada tão significativo. No geral, não houveram benefícios de desempenho ao utilizar roupas de compressão e roupas não compressivas. Em Os efeitos das meias de compressão na performance de corrida em Homens corredores, KEMMLER W. et al. 2009, procuraram determinar o efeito de usar meias de compressão abaixo do joelho versus a utilização de meias convencionais no desempenho físico e capacidade aeróbica de corredores moderadamente treinados. Para isso foram selecionados 21 atletas moderadamente treinados, do sexo masculino, com pelo menos 4 anos de experiência, volume de treino semanal entre 25 e 70 km semanais durante o ano anterior, tempo de mais de 34 minutos para corrida de 10 km. Além disso, foram determinados o conforto e correto ajuste da meias de compressão. O estudo foi aprovado pelo conselho de revisão institucional. Nos resultados todos os sujeitos relataram um correto ajuste e condições confortáveis de uso para as meias de compressão durante o teste. 

O resultados do teste ergométrico progressivo de desempenho voluntário máximo demonstrou que tempo de execução, conforme determinado pela carga e o trabalho total foram significativamente maior com as meias de compressão do que sem as meias. Além disso, a velocidade máxima foi significativamente superior usando meias de compressão. No entanto, as meias de compressão não afetaram significativamente o VO2max. Além disso, não existiram diferenças significativas observadas entre as meias de compressão e meias normais para o lactato máximo, FCmax, volume expiratório e relação de troca respiratória. Portanto, este estudo, demonstrou claramente o benefício das meias de compressão sobre o desempenho na de homens corredores moderadamente treinados, com idade entre 25-60 anos de idade. Os autores ainda fazem a observação de que é difícil julgar a relevância dessas diferenças encontradas no grupo de corredores moderadamente treinados presente no estudo. No entanto, transferido para o nível de um atleta top, a menor melhoria de desempenho ter um efeito relevante sobre a oportunidade de atleta obter uma medalha é de cerca de um terço da variação de desempenho competitivo. 

Assim, as meias de compressão podem fornecer substancial vantagem fisiológica para todos os corredores independentemente de sua distância preferida de corrida. Em, Efeitos de meias de compressão durante o exercício e recuperação na cinética do lactato sanguíneo, RIMAUD D. et al. 2010 , procuraram investigar se usar meias de compressão (CS) durante o exercício e a recuperação podem afetar o perfil de lactato em desportistas. Para isto, selecionaram 8 jovens saudáveis (não tinham doenças cardiovasculares, pulmonares, metabólicas, insuficiência venosa ou doença vascular periférica) e treinados (corrida, ciclismo ou natação) do sexo masculino e realizaram dois testes máximos de exercício em cicloergômetro em duas ocasiões diferentes realizados de forma aleatória: Uso de meias de compressão durante ambos os testes e durante a recuperação e não uso de meias de compressão. A concentração de lactato sanguíneo foi tomada durante e após o exercício. O estudo foi aprovado pelo comitê de ética. 

Os testes foram realizados na mesma hora do dia, no mesmo dia da semana, com exatamente 1 semana de intervalo. Pelo menos 4 horas antes de cada teste, os indivíduos abstiveram-se de cafeína, álcool, nicotina e foram orientados a evitar atividades vigorosas 24 horas antes do teste. Os indivíduos realizaram um aquecimento de 6 minutos e então o ritmo de trabalho foi aumentado a cada 2 minutos até a exaustão (quando os indivíduos não conseguiam mais manter a taxa de pedalada necessária apesar do encorajamento verbal dos examinadores). No final do teste de esforço máximo, o ciclista permaneceu sentado em uma cadeira. Foram controlados antes e após o teste o ECG (eletrocardiograma), pressão arterial sistólica e diastólica, escala de Borg avaliada de acordo com o esforço individual percebido e ainda foram tomadas amostras de sangue na ponta dos dedos para controle de concentração de lactato. Os resultados demonstraram que não houveram diferenças significativas na FC máxima e submáxima ou máxima, no VO2; na potência correspondente ao VO2max; na pressão arterial sistólica e distólica entre as condições de uso e não uso de meias de compressão. Valores de lactato sanguíneo significativamente mais altos foram encontrados ao final do exercício máximo no uso das meias de compressão em comparação com não uso das meias. Porém, embora a concentração de lactato no sangue tenha sido superior até o 15º minuto de recuperação, a diferença não alcançou um nível de significância. Uma das principais conclusões do estudo é que o uso das meias de compressão durante o exercício leva a uma maior concentração de lactato no sangue após o exercício. 

Do ponto de vista conceitual, estas maiores concentrações de lactato no sangue podem ser explicadas tanto por um maior aparecimento de lactato durante o exercício, quanto por uma diminuição da taxa de desaparecimento do lactato ou por uma combinação dessas duas possibilidades. Embora a hipótese de um menor desaparecimento de lactato do organismo durante o exercício com meias de compressão não possa ser totalmente excluída, é improvável que esta possibilidade explique por si só uma maior concetração de lactato após o exercício com as meias de compressão. Os resultados e interpretações obtidas estão em total acordo com estudos anteriores mostrando que a aplicação de pressão positiva inferior do corpo (causado pelo uso das meias) durante o exercício induziu uma maior liberação de lactato dos músculos ativos (Sundberg e Kaijser 1992) e um acúmulo de lactato no sangue aumentada (Eiken e Bjurstedt 1987; Nishiyasu et al. 2000; Rowell et al. , 1991). Portanto a capacidade de remoção de lactato significativamente maior não parece ser suficiente para acelerar profundamente o retorno de concentrações de lactato no sangue aos níveis basais, com isso a recuperação ativa parece continuar a ser a estratégia mais eficiente para retirado do lactato do corpo (Bangsbo et al 1994;. Brooks, 1986; Hatta 1990; Martin et al. 1998; Monedero e Donne, 2000) do que o uso de meias de compressão. Baseado nisso tudo, os níveis mais altos de lactato nos levam a ter cautela em recomendações práticas sobre o uso de meias de compressão durante o exercício. - See more at: http://www.esportex.com.br/portal/esporte/o-uso-das-meias-de-compressao/#sthash.3130D7o6.dpuf


COLABORADORES DO BLOG:
(84) 3062-3344

(84) 3321-3414

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

A Dinâmica Sports Tem A Coleção Alto Giro 2015



Você é do tipo que não consegue viver sem praticar esportes mesmo durante as férias? Nós também não vivemos! E estamos com a Coleção Alto Giro 2015 prontinha pra você escolher as peças que mais combinam com você e com seu estilo esportivo. Vem conferir na Dinâmica Sports! 



COLABORADORES DO BLOG:
(84) 3062-3344

(84) 3321-3414

Na BodyNutri Tem o CRAZE3D da marca PNT, um super pré-treino ultra concentrado


Tenha mais gás, pique e foco nos seus treinos. Na bodynutri tem o CRAZE3D da marca PNT, um super pré-treino ultra concentrado que te proporcionará uma energia duradoura, além de apoio termogênico, aumento de força e concentração. Lembrando que o suplemento deve ser consumido sob orientação do seu nutricionista. Consulte-o e veja a melhor forma de ingeri-lo. Disponível em nossas lojas, com 20% de desconto na nova loja do Alto de São Manoel. ‪#‎CRAZE3D‬ ‪#‎prétreino‬‪#‎preworkout‬ ‪#‎maisfoco‬ ‪#‎energiaduradoura‬ ‪#‎treinepesado‬


COLABORADORES DO BLOG:
(84) 3062-3344

(84) 3321-3414

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

A Dinâmica Sports Sorteará Um Par De Tênis Para Seus Seguidores do Instagram @dinamicasports




Concorra a um par de tênis da Dinâmica Sports! Para participar do sorteio é muito fácil! Basta seguir nosso perfil no instagram @dinamicasports e marcar dois amigos no comentário da postagem do sorteio. Dê uma olhada em nosso perfil e volte bem o feed pra encontra a foto oficial! O sorteio ocorrerá no dia 20 de janeiro de 2015. Ainda dá tempo de participar! Lembre que você pode comentar mais de uma vez, marcando amigos diferentes, certo? Quanto mais comentar mais chance de ganhar! Aproveitem e curta nossa página no FACEBOOK: https://www.facebook.com/dinamicasportsmossoro mais uma ferramenta para ver nossos produtos e promoções.



COLABORADORES DO BLOG:
(84) 3062-3344

(84) 3321-3414

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Uma dica de suplemento para as mulheres cuidarem mais ainda da pele, unhas e cabelos é o Colagentek



Uma dica de suplemento para as mulheres cuidarem mais ainda da pele, unhas e cabelos é o Colagentek, alimento a base de colágeno hidrolisado da marca Vitafor. Possui uma formulação exclusiva que fornece a quantidade ideal do nutriente, com vitaminas e minerais quelatos, favorecendo a saúde da pele e articulação. Além disso, entre seu mix de vitaminas e minerais, traz a vitamina C e o silício, sendo 0% lactose, glúten e açúcar.
Disponíveis em todas as lojas lojas, inclusive na nova bodynutri do Alto de São Manoel que está com 20% de desconto no mês de abertura. Aproveite! ‪#‎bodynutritem‬ ‪#‎Colagentek‬ ‪#‎Vitafor‬ ‪#‎Colágeno‬




COLABORADORES DO BLOG:
(84) 3062-3344

(84) 3321-3414